You are currently viewing Lunelli completa quatro décadas e aposta nas pessoas para crescer

Ao longo desse período, a empresa catarinense expandiu sua atuação e investiu em sustentabilidade

A Lunelli tem história para contar ao longo de seus 40 anos de atividade no mercado de moda brasileiro. No entanto, desde o início, um ponto importante sempre permeou o seu DNA: as pessoas. Inclusive, é o olhar sobre elas que guia os passos do negócio em todos os aspectos, da gestão à sustentabilidade.

Segundo Dênis Luiz Lunelli, atual presidente da empresa e irmão de um dos fundadores, em se tratando da sustentabilidade, por exemplo, a Lunelli sempre direciona o olhar à ótica ambiental e social. “Nascemos como uma empresa familiar, fundada por Antídio Aleixo Lunelli e Beatriz Ender, e temos esse espírito muito forte de união e empatia com as pessoas. A evolução do mercado da moda trouxe mais inovação e tecnologia, porém, seguimos acreditando que, quanto mais elas evoluem, mais as pessoas se tornam importantes para que o negócio prospere”, destaca.

E isso não faz parte apenas do discurso da companhia, que, hoje, conta com 4.600 colaboradores entre suas unidades em Santa Catarina, São Paulo, Ceará e também no Paraguai. A Lunelli traz esse cuidado com as pessoas em todos os aspectos e públicos com os quais se relaciona, enfatizando, principalmente, a valorização constante dos profissionais que atuam na empresa. Há alguns anos, o grupo criou o movimento Moda com Significado.

Quem compra uma peça das marcas que integram o portfólio da indústria, incluindo Lez a Lez, Alakazoo, Hangar 33, Lunender e Fico Surfwear, leva para casa não somente uma roupa nova, mas, sim, histórias e conquistas pessoais e profissionais dos colaboradores. “Cada peça traz uma tag exclusiva com a foto do colaborador e uma frase assinada por ele”, conta o presidente.

Para a Lunelli, a moda é agregadora e deve servir para melhorar a vida das pessoas. Seguindo essa premissa, a companhia vem expandindo seus negócios de forma consciente e com propósito. À frente da empresa desde 2009, Dênis conta que o grande diferencial da Lunelli são pessoas. “Nós não queremos que virem apenas números. Quem faz tudo acontecer são elas”, enfatiza.

Ao longo de quatro décadas, muitos acontecimentos importantes marcaram a história da companhia, mas dois deles, conforme o presidente, merecem destaque: a chegada da marca no Paraguai, em 2014, e, mais tarde, em 2018, a criação da unidade de malharia e beneficiamentos no país. “O Paraguai é um exemplo do nosso cuidado com as pessoas. Com a nossa chegada, estimulamos o desenvolvimento, ajudando a melhorar estradas, o transporte e a instalação de fibra ótica na região onde a fábrica está localizada”, conta Dênis.

E, em todas as suas unidades, a marca faz questão de levar desenvolvimento para suas comunidades. “No Ceará também foi assim. Isso é motivo de muito orgulho para nós”, acrescenta.

Meio ambiente
No braço ambiental da estratégia de sustentabilidade da Lunelli, uma das iniciativas mais recentes é o movimento Moda Circular. Ele envolve a produção de peças a base de fibras têxteis recicladas a partir do resíduo da própria companhia e, ainda, uso de lavanderia ecológica. “São fibras que se moldam no intuito de reconhecer nosso papel na criação de um futuro melhor”, destaca o presidente.

O mecanismo de produção dessas peças envolve a coleta dos resíduos têxteis, separação por cor, processo de desfibragem e cardagem. Com a fibra pronta, é feita a tecelagem, corte, molde e a confecção da peça. E, por fim, a lavanderia ecológica, para reduzir ainda mais os impactos ambientais.

Para muito além dessa iniciativa, desde a fundação, a Lunelli conta com iniciativas que buscam reduzir os impactos ambientais de sua produção e esse conceito é levado para as marcas do grupo: Lunender, Lez a Lez, Hangar 33, Alakazoo, Lunelli Malhas e Tecidos, Graphene e Fico. Com a unidade de Beneficiamentos certificada com ISO 14.001 desde 2006, a empresa possui estações para tratamento de efluente consideradas modelo e também uma gestão ecoeficiente de água, energia e de resíduos. Somente no ano passado, a Lunelli reciclou 100% das 1.490 toneladas de resíduos de fibras têxteis geradas no período.

Futuro
Vivenciando o melhor ano da história, a Lunelli vai fechar 2021 com expansão em todos os indicativos. Segundo Dênis, isso demonstra que a estratégia de pautar a missão da companhia na melhoria da vida das pessoas através de oportunidades, produtos e serviços, tem sido acertada. Por isso, olhando para o futuro, ele afirma que a empresa seguirá apostando nas pessoas como seu principal diferencial.

Lunelli em números
• 1.300 toneladas de malhas produzidas/mês
• 23 milhões de peças produzidas/ano
• 1.300 modelos por coleção
• 4.600 colaboradores
• 16 mil clientes ativos